Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

A Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência teve lugar na manhã do dia 5 de dezembro, no CAE, onde as turmas A, B, D e E do nono ano assistiram a uma palestra dinamizada pela Associação Salvador, na pessoa do seu embaixador César Coelho. Realizada no âmbito do Projeto interescolar "Direitos Humanos: Uma Escola Inclusiva D´ (eficiência) - O conhecimento e a partilha ao serviço da Inclusão" , esta atividade contou ainda com a participação de alunos em dois momentos musicais e na declamação de um poema. Além dos alunos e professores da nossa escola e dos agrupamentos de escolas da cidade da Figueira da Foz, estiveram também presentes os Diretores das escolas envolvidas e representantes das Associações de Pais e Encarregados de Educação bem como representantes da Associação de Estudantes. O projeto contou igualmente com a presença da Sra. Vereadora da Educação da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Dra. Olga Brás, da Presidente da Junta de Freguesia de Buarcos
Mensagens recentes

Cientificamente Provável em Debate na Semana Da Ciência

     Com o propósito de despertar o interesse pelas ciências e de estabelecer a ligação entre a sala de aula e a vida ativa, o Departamento De Ciências Experimentais e a Biblioteca Escolar, em parceria com o projeto Cientificamente Provável, organizaram palestras, nos dias 23 e 24 de novembro, que contaram com a presença de investigadores do Departamento De Química, da Universidade De Coimbra.    Sob o mote “Fotomedicina, a luz como terapia”, a investigadora Lígia Silva levou alunos do 10.º ano e professores a uma viagem cativante pelo mundo da luz. Apresentou as ideias gerais do seu projeto de  investigação que conta com o contributo de diversas áreas, como a Química, a Física, e a Biologia para que a luz possa estar ao dispor da medicina para fins terapêuticos. “Bioplásticos, para um futuro sustentável” foi o tema apresentado pelo investigador Rui Carrilho. Os plásticos afetam o nosso planeta de várias maneiras! O investigador procura soluções e apresentou a alunos do 10.º e 11.º ano

Brasileiros em Portugal - Travessia linguística

  Desembarq ue de   Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro em 1500. Óleo sobre tela de Oscar Pereira da Silva (1904) . Os portugueses levaram a sua língua para o Brasil. Aí a deixaram e ela misturou-se com os falares nativos, sem renegar as suas raízes e sem perder a sua doçura quinhentista. São múltiplas as palavras que hoje têm significado diferente de cada um dos lados do Atlântico, originando por vezes equívocos engraçados, outras vezes situações embaraçosas. Experimentem chamar "rapariga" a uma recém-chegada brasileira e não se admirem se esta ficar com um ataque de "fúria assassina", sobretudo se ela for fluminense, ou seja, carioca. Em contrapartida, os portugueses  acham graça a estas diferenças da língua . E agora, aqui ficam alguns termos exemplificativos: zoeira - brincadeira; brisar - ter a cabeça na lua; legal - giro, fixe. Como costuma dizer uma sábia amiga nossa, " Há sempre um falar e dois entenderes!" Emily Araújo, 7ºC Inês Ferreira,

A.E. da J.C. escolhe seus representantes

No próximo mês de dezembro, irão acontecer, na nossa escola, as eleições para o órgão que representa todos os alunos, a Associação de Estudantes. Apresentar-se-ão a votos duas listas, ainda em constituição, a Lista Ás, encabeçada por Marta Jordão (12.ºC) e a Lista One, por Catarina Canhola (12.ºE). O processo eleitoral decorrerá de acordo com o calendário afixado à porta da escola. De 5 a 7 de dezembro, de segunda a quarta-feira, as listas farão a sua campanha. Na tarde do último dia (7), haverá um debate entre os dois projetos candidatos.  O dia 9 de dezembro, sexta-feira, será de silêncio, não podendo ser feito nenhum tipo de referência às candidaturas. A 12 e 13 de dezembro, segunda e terça-feira, os alunos irão eleger os seus representantes. Cada ano de escolaridade terá um dia específico para votar. No dia 12 de dezembro, são chamados às urnas os 8.º, 10.º e 11.º anos. No dia 13 de dezembro, é a vez dos 7.º, 9.º e 12.º anos. Podes exercer o teu direito de voto das 8 às 17 horas, i

"A liberdade está a passar por aqui...*"

Encontra-se patente no átrio da nossa escola uma exposição que visa comemorar o Dia Mundial da Filosofia, intitulada Para o teu Livre Pensamento.  A presente mostra é da responsabilidade da professora Lurdes Pereira que contou com a colaboração dos docentes de Filosofia, das turmas E, F e G do décimo ano e B, C, D, D1 e G do décimo primeiro ano e com a prestimosa colaboração da assistente operacional D. Elisabete, que estes docentes muito agradecem. Com esta iniciativa, pretende-se chamar a atenção para o contributo crucial da Filosofia para o desenvolvimento do pensamento crítico e livre numa sociedade aparentemente democrática e tolerante, mas no fundo manipuladora. Nunca como hoje foi tão importante pensarmos por nós próprios! Uma exposição a não perder! *A partir da canção "Maré Alta" de Sérgio Godinho Anna Souza, 10.º E Emily Araujo, 7.º C Inês Ferreira, 8. º D Liz Russo, 10.º E Renan Alves, 10.º H

Dia da Astronomia da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho

7ºB A contemplação da abóbada celeste fascina a humanidade desde os seus primórdios. A astronomia, numa tentativa de explicar o que vemos no céu, permite-nos apreciar de uma forma mais profunda a beleza do Universo. No dia 8 de novembro, os alunos do 7.º ano da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, num total de 140, puderam disfrutar da beleza de um céu estrelado num planetário portátil. Viajaram por diversos astros (planetas, planetas anões, estrelas, galáxias, enxames de galáxias, constelações...) conduzidos pelo astrónomo, Vasco Elói, apaixonado pela Física e Astronomia, que faz da comunicação científica a sua principal área de trabalho. 7ºC Nessa viagem, puderam compreender o movimento aparente dos astros, consequência dos movimentos da Terra, o posicionamento dos planetas e das estrelas e a importância histórica desse conhecimento, por exemplo, na sobrevivência do homem e nas viagens de descoberta do planeta Terra, e ouviram, ainda, histórias de várias mitologias. A Carolina

Halloween na Joaquim de Carvalho

No átrio da nossa escola, encontra-se patente uma exposição alusiva ao Halloween, uma tradição que remonta aos tempos célticos e é celebrada a 31 de outubro. As professoras Odília Seia, Gina Carvalho e Isabel Torrão e os respetivos alunos do ensino básico foram responsáveis pela organização desta exibição, que contou, também, com a preciosa colaboração da assistente operacional, D. Elisabete, e do aluno Daniel Marieiro, do 11.º D1.  Os trabalhos expostos pretendem conjugar a arte, as tradições e a língua inglesa.  Inês Ferreira, 8.º D Joana Ferreira, 12.º D