Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

TecStorm 2021 - Ex-alunos da JC vencem desafio “5G - The Network of the Future”

Um grupo de ex-alunos da nossa escola venceu o desafio “ 5G - The Network of the Future ”, que decorreu nos dias 26 a 28 de fevereiro, criando o “Aircube”, uma solução inovadora que possibilita a entrega de bens ao domicílio nos grandes centros urbanos e residenciais, com recurso a drones ( quadcopters ) elétricos e autónomos e à instalação de  CubePad's  inteligentes nas varandas ou janelas.  Dos cinco alunos de engenharia do Instituto Superior Técnico que integraram a equipa vencedora, quatro são figueirenses e frequentaram a nossa escola. Trata-se do João Ajuda e do Tomás Silva (ambos de engenharia mecânica), do Gonçalo Cantante, (engenharia eletrotécnica) e do Ricardo Santana (aluno de engenharia aeroespacial, atualmente a realizar o mestrado em Delft). O quinto elemento é o António Arco, originário de Portalegre. Organizado pela JUNITEC, o TecStorm é um evento de dimensão nacional, em formato hackathon , que permite unir a tecnologia ao empreendedorismo e visa o desenvolvi
Mensagens recentes

Agradecimento público da Joaquim de Carvalho

  Câmara Municipal disponibiliza internet para aulas à distância   No âmbito do seu plano de ensino à distância, em funcionamento neste segundo período, a Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho agradece publicamente a disponibilização de meios técnicos que viabilizam o regime de ensino não presencial. Concretamente, a Câmara Municipal disponibilizou, sob a forma de empréstimo, 12 routers e cartões de acesso ( hotspots ) à internet a alunos da Escola, que vêm complementar os 25 computadores portáteis, tablets e webcams, doados à Escola pela Associação Doutor Joaquim de Carvalho . No total, até esta sexta-feira, 12 de fevereiro, a Escola, sob a modalidade de empréstimo, entregou aos 94 alunos, que o solicitaram, os equipamentos doados, complementando com outros de que dispunha no seu centro de recursos educativos.

Agradecimento público da Joaquim de Carvalho

  Associação Doutor Joaquim de Carvalho doa equipamentos informáticos para aulas à distância No âmbito do seu plano de ensino à distância, em funcionamento neste segundo período, a Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho agradece publicamente a oferta recebida de equipamentos informáticos, computadores portáteis, tablets e webcams . Concretamente, a Associação Doutor Joaquim de Carvalho, associação que resulta de uma comunidade de professores, funcionários e alunos da Escola, doou à Escola 15 computadores portáteis, tablets e webcams . Até esta sexta-feira, 05 de fevereiro, a Escola, sob a modalidade de empréstimo, entregou aos 68 alunos, que o solicitaram, os equipamentos doados, complementando com outros de que dispunha no seu centro de recursos educativos.  

Tempo de Halloween!!!!

  Como vem sendo hábito há já alguns anos, a escola voltou a viver o espírito do Halloween, uma tradição que, embora recente entre nós, tem vindo a conquistar os mais novos.   Quem passar, por estes dias, pelo átrio e pelo bar da nossa escola vai ser confrontado     com um ambiente   onde, como convém, a morbidez reina. A compor o cenário, não faltam os fantasmas e o ceifador de almas, os esqueletos e as caveiras , nem as bruxas com   o gato preto e os morcegos. A sala de Diretores de Turma também não foi esquecida : um centro de mesa pelo qual se passeiam alguns aracnídeos surpreende os mais   incautos. A responsável   por estas decorações é , uma vez mais, a nossa assistente operacional Elisabete Silva.

Escolhas alimentares informadas em Dia Mundial da Alimentação

     No dia 14 de outubro, pelas 18.30, os pais e encarregados de educação dos alunos da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho puderam assistir à sessão “Escolhas alimentares informadas; rotulagem”. De  igual modo, nos dias 15 e 16, decorreram sessões destinadas, desta vez, aos alunos do 7.º ano de escolaridade.     Estas sessões, inscritas no âmbito do dia Mundial da Alimentação, comemorado no dia 16 de Outubro, realizaram-se  online. F oram dinamizadas pelo Núcleo de Nutrição da URAP – Centro de Saúde da Figueira da Foz – ACeS Baixo Mondego em parceria com a Escola Secundária  Dr. Joaquim de Carvalho e o Município da Figueira da Foz e integram-se nas diversas sessões de educação para a saúde, previstas para  toda a comunidade educativa. Trata-se, pois,  da primeira de muitas outras sessões que serão dinamizadas por estas entidades, ao longo do ano letivo, com a finalidade de ajudar cada um de nós a fazer escolhas alimentares mais informadas e reduzir o desperdício.     Convém lem

Ex-alunos da Joaquim de Carvalho criam Missão Cuida+ Figueira Da Foz

  Um grupo de antigos alunos da Escola Joaquim de Carvalho da Figueira da Foz uniu esforços para ajudar quem mais precisa nesta época de pandemia. Cansados de estar em casa sem fazer nada, sentiram que tinham de “meter mãos à obra”, nas palavras de Diogo Tomásio. Tendo tomado conhecimento desta ideia levada a cabo por um grupo de jovens em Aveiro, deram prontamente início à Missão Cuida+ Figueira da Foz. Para além do Diogo Tomásio, fazem parte deste grupo o Diogo Maia, o Guilherme Nheu, o Duarte Lapa, o João Saraiva e o Pedro Santos. A Cruz Vermelha tem sido essencial na sinalização de famílias carenciadas e na ajuda ao apoio prestado às mesmas. A Missão Cuida+ Figueira da Foz está ainda a trabalhar em conjunto com a Associação Bonae Spei, que tem cedido o espaço. A Associação Juvenil da Figueira da Foz associou-se também a esta iniciativa, tendo contribuído com o maior donativo até ao momento. Se numa primeira fase a sinalização das famílias carenciadas foi feita pela Cruz Vermelha, n

25 de abril sempre

Regimes ditatoriais são conhecidos pela supressão de liberdades. Liberdade de expressão, de reunião, e até mesmo liberdade de pensamento. Como controlam o pensamento? Através da fomentação da idiotia. A verdade é que, como observamos na ditadura do Estado Novo, este tipo de regimes tem um excelente controlo do ensino, pela prevalência de um ensino religioso, que assenta nas máximas do regime (“Deus, Pátria e Família”), e pela criação de movimentos de lavagem cerebral das juventudes. O Estado Novo tinha a Mocidade Portuguesa, o Nacional-Socialismo alemão tinha a Juventude Hitleriana, o Franquismo tinha a Frente de Juventudes… Todos estes organismos de manipulação e controlo da população jovem têm o objetivo de ganhar o apoio incondicional das faixas etárias mais jovens, visto que é mais fácil impor esses valores nos jovens do que em adultos, funcionando assim como um autêntico mecanismo de lavagem cerebral com o objetivo de ter uma população sem pensamento próprio, uma população control